Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Anda por ai um mau humor

 

Consequência das sociedades modernas ou talvez não, é um facto que as pessoas “perdem” a cabeça e irritar-se cada vez com mais facilidade, por toma lá aquela palha… com coisas mínimas, insignificantes, que, à partida, parecem não ter a mínima importância.
Se de manhã não encontramos a chave, é um stress! Se o carro da frente não anda, começa o reportório das pragas! Se alguém se atrasa um pouco, irritação! Uma palavra fora do contexto numa reunião … cai o “Carmo e a trindade “ Resumindo: passamos  o tempo inteiro irritados! Porquê...?
Irritamo-nos com coisas mínimas.

Desde as situações mais caricatas até às mais banais, os seres humanos andam cada vez mais irritados. Acabamos por (ser) protagonistas de situações surreais, agressividade verbal, e muitos chegam à física… na grande maioria das vezes para esconder as suas próprias frustrações.

Perde-se as estribeiras, e sem qualquer pudor, excedem-se e recorrem a métodos menos civilizados…   uma fila de transito, o carro que não pega, uma pessoa que ocasionalmente passa à frente numa fila … o comando da televisão…

Ó Cristo , anda por ai um mau humor que até faz chorar as pedras da calçada.

Desde as situações mais caricatas até às mais banais, os seres humanos andam cada vez mais irritadiços.

As pessoas perderam qualquer pudor em chamar nomes ao próximo, nem que para isso tenham que recorrer a métodos menos civilizados.
Também é verdade que hoje as pessoas tem uma vida mais agitada, que a correria do dia a dia origina um stress mais evidente.

Mas será natural e até normal que à mínima coisa, tenhamos tendência a  explodir de imediato quase gerando uma nova “guerra mundial”?

Sim e falo no geral, todos temos os nossos momentos…
O quem é que ganha com estes ataques de fúria e histerismo????
O coração é que não é!!
Não vale a pena perder o controlo, respirem fundo, contem até 10  e tente ignorar a situação … pode parecer complicado, e quase missão  impossível, mas é tudo uma  questão de auto controlo e de gerir melhor os  nervos:)
Depois vem os calmantes, anti depressivos, e tal qual zumbis é ver alguns a passear-se por ai completamente off da realidade.
Vá lá… se não o fizerem por vocês, pelo menos pensem no coração dos outros;)
 Gostava de dedicar este post a uma "simpática"   “senhora” que hoje se cruzou comigo e que gentilmente me mostrou o dedo e me dedicou uns mimos…  minha  cara, já vi melhores e até piores…  o verniz não era lá essas coisas, prefiro branco ou  transparente , temos pena:)

 

 
 

publicado por Saia-Justa às 13:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 3 de Julho de 2009

Espírito desportivo do sexo masculino..!!

A verdade é que oferecer “presentes” a homens não é fácil… mesmo aquele com quem já partilhamos anos e anos de vida… que conhecemos de trás para frente e da frente par trás. A verdade é que ninguém conhece ninguém… estou completamente à “nora” com o presente que vou oferecer ao meu “mais que tudo” em mais um aniversario. Pesquisei na net para ver se me surgia alguma ideia. E eis que me aparece uma ideia fabulosa… depois de encontrar isto ..

 
«Diário de um cinquentão na academia»

 
Agora que acabei de completar 50 anos, a minha mulher ofereceu-me  um cheque vale de uma semana de treino  físico em um desses ginásios da moda. Independente de que eu esteja em excelente forma, pensei que era uma boa ideia para tentar deter o processo da "barriguinha" que ataca a todos nós.

Liguei para o ginásio e fiz a reserva com uma " personal trainer " chamada Nádia, modelo, 26 anos e Instrutora de Aeróbia .
Foi-me  recomendado  que levasse um diário para ir documentando o meu progresso e é esse que eu lhes envio:

 

Segunda: Comecei meu dia as 6:00. Foi bastante difícil levantar-me da cama a essa hora, porém a viagem valeu a pena quando cheguei ao ginásio e vi a  Nádia à minha  espera. Parecia uma deusa grega: ruiva, olhos azuis e um grande sorriso, com uns lábios carnudos e um corpo espectacular
Nádia acompanhou-me num tour por o ginásio para mostrar os aparelhos. Tomou-me o  pulso depois de 5 minutos na bicicleta, e alarmou-se, estava muito  acelerado porém, eu não o atribui ao esforço mas sim a ela , vestida com um fato  de Lycra coladinha, e estava bem perto de mim… Desfrutei bastante do exercício, a Nádia estava sempre a motivar-me  quando fazia as sessões, apesar da dor na barriga que eu sentia, de tanto encolhê-la, toda vez que ela passava perto de mim.

 

Terça: Tomei café e fui para o ginásio.

A  Nádia estava mais linda que nunca, comecei por  levantar uma barra de metal, onde ela se atreveu  a pôr pesos!!! As minhas pernas estavam debilitadas, mas na passadeira consegui completar um quilómetro. O sorriso arrebatador que a Nádia me deu  convenceu-me de que todo exercício valeu a pena… era uma nova vida para mim.

 
Quarta: A única forma como consegui escovar os dentes, foi colocando a escova sobre o lavatório  e mover  a cabeça de um lado para o outro.

Conduzir  também não foi fácil..mexer os   braços para por as mudanças  era um esforço digno do Hércules, dói-me o peito e minhas pernas  ardiam toda vez que pisava na embriaguem. Fisicamente impossibilitado, estacionei meu carro num lugar  para deficientes físicos, até porque , saí a  mancar…


A Nádia estava com a voz um pouco aguda a esta hora da manhã e quando gritava incomodava-me muito. O meu corpo doía  inteiro quando ela me colocou um cinto para fazer escalada. Para que merda alguém inventa uma porra destas  para se escalar quando isso já está obsoleto com os elevadores? Nádia disse-me que isso me  ajudaria a ficar em forma e a desfrutar a vida… ou alguma dessas merdas de promessas que as mulheres sempre fazem

 
Quinta: Nádia estava a minha espera  com seus odiosos dentes de vampiro de fora. Cheguei meia hora atrasado: foi o tempo que demorei para colocar os ténis , a desgraçada da Nádia lembrou-se de  me colocar a  trabalhar com os pesos. Quando se distraiu, saí a correr  e escondi-me no WC Mandou um outro treinador buscar-me e como castigo pôs-me  a trabalhar na máquina de remar.. Mas fod*** todo.


Sexta: Odeio a desgraçada da Nádia. Estúpida, magra, anémica, chata e feminista sem cérebro! Se houvesse uma parte do meu corpo que ainda se pudesse mexer  sem uma dor angustiante, eu partia aquela  vaca ao meio … puta que pariu esta desgraçada .

Ainda  quis que eu trabalhasse meus biceps … eu sei lá que porra é essa ,cara…!!!! E como se  não bastasse colocou   pesos na  merda das barras… A bicicleta fez-me desmaiar e acordei na marquesa  de uma nutricionista, uma idiota com cara de mal comido que me deu uma catequese de alimentação saudável, claro.


Sábado: A lazarenta da Nádia deixou-me uma mensagem no telemóvel com aquela  vozinha de lésbica assumida, perguntando-me por que eu não fui.

Só com aquela  vozinha  deu-me ganas de quebrar o telemóvel, porém não tinha certeza se teria força suficiente para levantá-lo, inclusive  até para apertar os botões do comando da tv , estava difícil…


Domingo: Pedi ao vizinho para ir à missa agradecer a Deus por mim por esta semana ter terminado. Também rezei para que o ano que vem, a desgraçada e infeliz da minha mulher me ofereça  algo  um pouco mais divertido, como um tratamento dentário, um cateteres ou ate mesmo um exame de apóstata.

(desconheço o autor)

 
Mas está aqui uma belíssima ideia.

Adoro o espírito desportivo do sexo masculino..!!
 

publicado por Saia-Justa às 11:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Eles e elas somos nós...

Há dias que não me apetece fazer nadinha, nient… !

Problema é grave .. porque não bastasse acumular trabalho que vou ter que o fazer mais cedo ou mais tarde mas hoje definitivamente não é um bom dia..

Para mal dos meus pecados, estou “presa” aqui entre quatro paredes. Presa é como quem diz… porque acabei agorinha mesmo de chegar da Eslovénia . Um país pequeno, bonito e pitoresco, é óptimo destino de férias ou pelo menos para o meu gosto… 

É certo que foi uma viagem de reconhecimento em poucos minutos ,  montanhas, lagos, rios, cascatas de água, florestas, etc e Ljubljana, uma das mais jovens capitais da Europa Central ou seja acho que é uma boa escolha.  

 

Bom, mas isto das novas tecnologias é uma maravilha encontra-se de tudo… é surpreendente.
Mas surpreendentes são os homens… fala-se em ferias e a resposta é sempre mais do mesmo: Tu é que sabes, escolhe tu.. mas na hora do vamos ver surgem sempre demasiados “ mas…”

Não há volta a dar, os homens de modo geral são loucos pelas mulheres.

Há quem as considere fascinantes, misteriosas, lindas  até companheiras para a vida! No entanto, no meio de toda esta perfeição, existem várias coisas que as mulheres adoram e que parece que irrita os homens. 

Há quem lhe chame “manias”  e chamo-lhe característica feminina ainda não percebi se irrita ou assusta  o sexo masculino algumas das nossas capacidades.


Uma delas é a memoria de elefante…
Dizem eles que nós nunca nos esquecemos de nada… é um facto!  mas se por ventura nos esquecemos de algo que seja importante para eles somos apelidadas de despistadas e que vivemos na lua.


Que falamos  sem parar
Contra factos… mas é obvio que temos sempre algo a dizer sobre tudo e mais alguma coisa.. Temos opinião e de certa maneira reduz as capacidades  dos homens para discutir vários assuntos ao mesmo tempo, leva-os a dizer que  nós tagarelamos.

Mas se porventura estamos caladas mais tempo que o habitual lá vem a pergunta da praxe… O que é que tens? Estas chateada..?


Muito.. demasiado sensíveis…
Que nos emocionamos  com um livro uma musica ou um  filme… isso é mesmo coisa de gaja !
Se por acaso estão com uma dor do dedo mindinho ou uma  ligeiríssima gripe , e nós não dizermos nada…  Insensível.. está aqui um gajo doente e não me ligas nenhuma.


Ciumentas e exercemos controle cerrado..
No que toca a controlar o  masculino, existem algumas que são piores que a PID no tempo da outra senhora! Se for para revirar bolsos de calças e camisas antes de as enfiar na máquina de lavar ou para ler todas as mensagens do  telemóvel enquanto ele faz a barba, ninguém as  bate, qual OO7!
Mas são eles que fazem cenas por causas das saias curtas das camisolas decotadas ou ainda da maquilhagem mais ou menos puxada..


Compras e mais compras consumistas em potencial…
Ou sou muito ingénua ou sou muito burra… Porque sinceramente ainda não conseguir ver onde é que esta a dificuldade de eles entenderem  que podemos entrar em varias lojas e não comprar nada… ou quem sabe correr o centro comercial inteiro e acabar por comprar uma simples camisola  na primeira loja..
E custa perceberem que a busca por um par de sapatos perfeito ou um vestido de arrasar é feita a pensar neles?
E com o agravante que muitas das vezes somos nós que lhe compramos a roupa, ou andavam rotos ou nus.


Chantagem sexual
Háa, aqui discordo completamente… a nossa chantagem é emocional e dos homens sexual… Qual a pior? Venha o diabo e escolha.
Talvez a nossa seja vencer pelo cansaço e deixa-los com os nervos a flor da pele entre outras coisas… O homem pelo contrario utiliza a chantegem sexual para fazer as pazes na cama..O pior é quando o tiro sai pela culatra..e se o feitiço se vira contra o feiticeiro e quem fica a perder ? os dois.


Já divaguei.. mas esta é a minha parte de gaja chata a por defeitos…


Vamos ver como vou convencer o "meu mais que tudo"… ainda me resta a última táctica… a lágrima fácil..  nenhum homem resiste ás lágrimas de uma mulher...

 

publicado por Saia-Justa às 17:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

Conversas de WC

 

O que dizer das mulheres… são complicadas? Ou umas verdadeiras espertas?

Pois é... as vezes também digo “mal”  dos espécimes masculinos, mas hoje  chegou a altura de descascar nas minhas companheiras de sexo (antes que comecem a achar que eu virei pró outro lado) ou melhor, companheiras de género  o que não quer dizer que seja dizer mal… as vezes surpreende-me a capacidade camalionica que as gajas tem.

É que nos últimos tempos tenho vindo a notar que as gajas estão cada vez mais hipócritas e descaradas.

Fico é sem saber se nascemos com essa tendência ou se são as circunstâncias da vida.

É certo que já não nos cruzávamos há muito tempo… mas continuo a ser uma “miúda” da província ou seja eu sou uma aldeã… “embora o primeiro dia seja sempre terrível a adaptação”

As mulheres vão juntas aos ( pares ) ao  WC   isso sempre intrigou os homens .. mas até a nós mulheres nos pode surpreender o que se lá ouve ou passa..

- Tu viste o vestido dela?

- Eu quando ela entrou nem a conheci.. que idade é que ela têm?

- Acho que deve ser da minha idade mais coisa menos coisa..  mas eu nunca vestia aquilo..

- Acho que só se interessa por  compras, gastar dinheiro, vestir-se bem, para fazer inveja às amigas.

-Lembras-te da ultima que cá esteve com ela ?

- Não achas estranhos os filhos nunca cá vem?

- Porque será, se calhar nem se falam..

Alisei o meu vestido, passei os dedos no cabelo e lá sai do WC com um sorriso na cara.  Acabado o almoço é hora de levantar e ir embora , existem coincidências quando estamos no mesmo espaço… cruzamo-nos à saia.

- Olá (…)

- Olá meninas estão vem?

- Já não vinhas cá há uns tempos…

- É verdade, não tem calhado

- Estava ainda há pouco a dizer isso à Carmo, os anos não passam por ti,  ah tás tão bonita. tradução: "tás uma verdadeira merda"
- Achas..? Pois deve ser do vestido…

- Acho que te fica mesmo bem o que trazes vestido faz-te mais jovem. Tradução: "fosga-se… já te viste ao espelho???"

- E o teu filho ,está bom? Nunca mais o vi vocês tinham uma óptima relação..Tradução : "cabra , aposto que nem sabes onde ele anda."

- Está tudo bem sim, vocês também, está visto.. bom meninas tenho que ir..

- Gostamos muito de te ver, aparece mais vezes.

- Ok, até outro dia..

Isto é o que eu chamo sentido de oportunidade e frontalidade.

A inveja maldade ou hipocrisia … é uma coisa muito feia. Sorriem sempre. Mas pelas costas.. Superficiais ou  falsas?  Inteligente...nunca se atrapalham e ponto final  

publicado por Saia-Justa às 11:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

Eu pecadora me confesso !!

O termo "pecado" sempre ou quase sempre foi aplicado em um  contexto religioso.
Mas há pessoas e pessoas… e não há duas iguais. Há quem não acredite em nenhuma religião ou tenha qualquer fé, logo o "pecado" neste conceito religioso e castrador não faz sentido.

 

Mas a língua portuguesa é muito traiçoeira e podes levar a vários mal entendidos… ou não. Mas á mesma palavra podemos dar-lhe variadíssimos significados. Logo o “pecado “ pode ser sinónimo de toda e qualquer transgressão seja ela  moral, ética ou por negligência ou  omissão.  Uma lei não cumprida, porque não.. Ou seja quando existe uma lei o “pecado” ronda… temos tendência a deixar de cumprir a lei ou a adiar…

 

 No fundo, bem lá no fundinho…o ser humano independentemente da cultura raça crença ou religião tem tendência a estabelecer normas de conduta.. éticas e morais, e quando violadas, a nossa consciência moral reage .. E aparece o tramado sentimento de culpa.

Todos temos os nossos “pecados”e “pecadinhos”... Aqueles mais ou menos pecaminosos...aqueles que não contamos a ninguém.......
 Quem nunca  errou “pecou” que atire a primeira pedra..... deve ser  por isso, que as pedras estão todas quietinhas e extáticas…não é? 

 

Existem os iluminados que pensam que nunca erram ou “pecam”..  Já reza a historia, que...:

 

Maria Madalena a tal da “pecadora” estava para ser apedrejada quando Jesus resolveu interceder em seu favor e disse:
"Quem nunca errou, que atire a primeira pedra."
O português, naturalmente presente em todos os lugares e épocas, empolgou-se, e tasca uma tremenda pedrada na testa da  Maria que caiu redonda.
Jesus, olha o  portuga, nos olhos e pergunta:
- "Meu filho, diz-me a verdade, nunca erraste na tua vida?"
 "Desta distância, NUNCA!!!"

( sinceridade a cima de tudo)


Agora depende do conceito de "pecado" de cada um..... o que é que vocês consideram “pecado” ..?
Enganar descaradamente…mentir... roubar…trair... roubar um chupa a uma criança… mijar fora do penico… não ajudar a velhinha a atravessar  a passadeira.. matar....dassss.....
Ok,  bem sei dessa lenga lenga que o pecado não existe, mas….!!!
Vamos lá confessem-se.......os pecadores....claro!
Os outros não vale a pena..

 


 

publicado por Saia-Justa às 13:40
link do post | comentar | ver comentários (42) | favorito
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

As mulheres (fardas) e os homens

traviss1.jpg image by rosems_2007

O vestuário, a moda, foi uma coisa que sempre interessou as mulheres, em maior ou menor escala mas faz parte do nosso mundo… saber as tendências o que e se usa etc etc . Em conversa com uma amiga, sobre fardas….ou não fosse também um vestuário .   Cheguei à brilhante conclusão que quase todas as mulheres...em determinada altura da vida têm fantasias ou sonhos eróticos ou fetiches com fardas.... 
Chegam ao ponto de as comprar e oferecer ao companheiro para poder satisfazer uma fantasia..
Há quem considere os fetiches errados ou anormais, eu sou mais da opinião, de que desde que seja de comum acordo ,são extremamente saudáveis, a vida já é tão previsível tão rotineira e  racional que as fantasias que fogem dos estereótipos são muito saudáveis.  Podem ser consideradas uma loucura… mas não sabem que dentro de cada mulher existe uma louca na “cama" é preciso é fazê-la sair........!!!
Acredito que a atracão das mulheres (algumas) por homens fardados esteja ligada apenas a uma  questão sexual. Supostamente são  homens dinâmicos, lideres, fortes “robustos” autoritários, gostam de dar ordens! Por sua vez, a maioria (grande maioria) das mulheres, na cama, gostam de “aparentar “submissão “ gostam de receber ordens, adoram personalidades fortes..   Por isso o tesão pelas  fardas.
Mas não é uma exclusividade feminina… porque no imaginário masculino, a enfermeira, hospedeira, e até as  saia de pregas, meias até ao joelho , povoa e de que maneira a cabeça dos meninos. E porque não as fardas militares … as instituições estão cheias delas , as mulheres estão a tomar conta de tudo..!!

Fardas… o que pensam delas..  é realmente um fetiche??
De se fardar ou ver alguem fardado na hora  H?

 

publicado por Saia-Justa às 11:27
link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
Segunda-feira, 1 de Junho de 2009

"Se a tua vagina falasse o que é que diria?"

Falar de vaginas.. vagina é a palavra mais ouvida..

Mas também vulva, berbigão,  passarinha,   crica ,rata, lolita ,gruta   e todos os outros nomes, mais ou menos simpáticos, que se dá ao órgão feminino. Uma zona do corpo de que quase não se fala

É uma partilha de intimidades mas acima de tudo uma consciencialização da mulher.

"monólogos da vagina"

 

Excerto de monólogos da vagina de: Eve Ensler
A minha vagina era um campo verde com flores rosadas e claras, onde as vacas mugiam e o sol repousava, e que um meigo namorado tocava suavemente com uma pequena palha dourada.
 Há algo entre as minhas pernas. Não sei o que é. Não sei onde está. Não lhe toco. Agora não. Já não. Desde então.
A minha vagina era tagarela, impaciente, tinha tanto para dizer, muitas coisas para contar, não desistia e não se calava. Ó sim, ó sim."

 

Não é propriamente uma comédia nem é um drama, são aproximadamente 90 minutos a ouvir falar de vaginas e só de vaginas.
- "Se a tua vagina se vestisse o que é que usaria"?
- "Um blusão de cabedal "!!

Ana Brito e Cunha, Guida Maria e São José Correia estão fantásticas e vale a pena ver.

"Se a sua vagina falasse o que é que diria?"

 

Excerto de monólogos da vagina
"As minhas partes baixas? Já não as visito desde 1953. Não, não teve nada a ver com o Eisenhower. Não, não. Lá em baixo há uma cave. É muito húmida. Descer até lá não é nada agradável. Acredite em mim. Uma pessoa fica agoniada. É sufocante. Dá enjoos. Há um cheiro a humidade e bolor. Ui! É insuportável. Cola-se à roupa.
Não, não houve um acidente ali em baixo. Não houve uma explosão nem um incêndio. Não aconteceu nada desse género. Não foi nada assim tão dramático. Aliás… bem, não interessa. Não. Não interessa. Não posso falar consigo sobre isso. Porque é que uma pessoa inteligente como a menina anda por aí a falar com velhotas sobre as suas partes baixas? Quando eu era rapariga, não era assim que nos entretínhamos. O quê? Deus do céu, está bem."

 

Naquele palco diz-se vagina e fala-se de tudo o que a ela diz respeito - o cheiro, os pêlos, o sexo bom, o sexo forçado, o parto, o prazer, a menstruação. Sem tabus  sem vulgaridade.

Vagina, dizer a palavra já faz toda a diferença.

Há uma série de questões que envolvem as mulheres e a sexualidade feminina que nos passavam ao lado, como o facto de existirem muitas mulheres que não sabem onde fica o clitóris ou que há cem milhões de mulheres mutiladas genitalmente em todo o Mundo.

E, não se pense que é só numa  tribo qualquer no meio de África,  isto também se passa na Europa ou nos EUA.

 

E a historia   incrível de uma senhora que estava no carro com o namorado e que se excitou de tal forma que manchou o banco. Ele expulsou-a do carro, ofendido, e esta senhora ficou traumatizada para o resto da vida e nunca mais teve uma relação.

 

Monólogos da vagina, recomendo , é  verdade que as mulheres se podem identificar mais porque fala do corpo feminino, mas  acho que os homens podem aprender muita coisa....  podem entender um pouco mais sobre o universo feminino

 

Bora ao teatro

publicado por Saia-Justa às 09:05
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Olha ele tão sexy..Nem sempre foi assim!!

 

 

(Adoro o pormenor da perninha..)

Maquilhagem, saltos altos, cabelo comprido e saias… (justa)


Ora vamos lá ver, dizem alguns… isso é conversa de mulheres, linguagem de gaja é um universo onde se sentem como peixe na agua…
A todas nós, se não todas quase todas , já aconteceu pedir uma opinião ao companheiro, ou até a um amigo sobre uma determinada roupa, maquilhagem ou penteado


- Gostas desta saia, é gira não é..? ou achas que aquela ali mais curta condiz mais comigo..?
- Estou a pensar dar um corte no cabelo… ? e  fazer umas nuances, o que te aprece?
-Aquele batom vermelho é fantástico.. E com uma blusa preta realça o meu tom de pelo, não achas?
Se não querem ser desagradáveis, uma parte da espécie masculina concorda por educação mas sempre sem grande entusiasmo, os restantes acham que não sabem, não tem opinião porque é uma área que não dominam… isso é coisa de gaja.

Ou seja, gajo que é gajo detesta ir as compras com as mulheres e segundo eles, os motivos são vários…
A indecisão, entram em 100 lojas para comprar as calças de já experimentaram na primeira loja. São consumistas e adoram bater perna nos espaços comerciais. Pedem opinião sobre uma coisa que um gajo não domina e acabam por comprar o que lhe parece..!


Isso é definitivamente uma coisa feminina que os homens não entendem e alguns até tem complexos de dar palpite.
Mas será tanto assim… Feminina…?
Feminilidade ou masculinidade não se qualificam, ou pelos menos não deviam,  por ser perceber destas coisas “pequenas” que muitos consideram universo feminino.
Alias, num existe indumentária, maquilhagem, saltos altos ou cabelo comprido que se possa considerar como uma coisa intrinsecamente,  feminino, muito pelo contraio… Tudo  isto eram coisas de gajo que é gajo… ou seja de gajo há seria!! Deixou de o ser quando a sociedade assim o definiu e vá se lá saber porque…


Os saltos altos por exemplo, é coisa de gaja???
 Sim, na sociedade actual . Mas no tempo de luís XIV eram masculinos. Os duques os marqueses e os fidalgos das cortes empoeiravam o rosto, usavam perucas e sinais postiços, apelavam-se pelas casacas estampadas, os lenços de renda e costumavam andar empoleirados em saltos altos de dez centímetros ou mais… e segundo dizem o monarca que impôs a moda na corte foi macho suficiente para fazer uma dúzia de filhos…


O cabelo comprido, é masculino ou feminino???
Bem, o Sansão era um homem muito homem… um macho daqueles fortes e sarados..!! A acreditar no que está escrito, usava o cabelo comprido, e de certeza todos sobem a lenda da forma como perdeu a força de dez leões, dizem… foi quando a malvada da Dalila lhe cortou o cabelo.
Na maioria das tribos os guerreiros têm cabelo comprido. Os mandarins chineses também deixavam crescer o cabelo e entrelaçavam-no com tanto requinte que faria inveja a muita mulher. (e também deixavam crescer as unhas que pintavam)
Já as mulheres de algumas tribos, as virgens usavam o cabelo curtíssimo para simbolizar o estado de pureza”donzelas”


A maquilhagem…?
Masculina sem dúvida! Desde o princípio dos tempos que o macho “caçador” se pintava “maquilhava” para caçar. A maquilhagem sempre esteve reservada aos homens, que eram guerreiros, aos piratas assim como os adornos brincos e colares. Só na sociedade moderna e industrializada, é que a maquilhagem é reservada exclusivamente as mulheres.


 E as saias.., as saias são femininas..?
Os romanos usavam túnicas ,desde o tempo dos reis que  os homens usavam saias e mantos,  os escoceses  kilts, os árabes utilizavam o jilabas , os pauliteiros saias de folhos .. E curiosamente desde o inicio principalmente no oriente, as mulheres camponesas usavam calças.


O que é certo, é que aquilo que a nossa sociedade de hoje entende como atributos femininos não são  nada mais nem nada menos que  aspectos que desde o inicio dos tempos faziam parte de todo o macho que se preze. Eram sinais de poder, riqueza e virilidade. Há pois é…!!


Mas há medida que as sociedades vão evoluindo … as mulheres  começaram a ornamentar-se  , mas só as de  classe elevada.. A burguesa ou a prostituta,  a mulher do “povo” não usava jóias ,nem maquilhagem, espartilhos ou perfume..As mulheres de classe baixa, que trabalhavam e pariam não usavam sapatos altos , penteados complicados ou maquilhagem. Isso era coisa da burguesia, que tinham como finalidade ornamentar-se, quanto mais produzidas mais o marido se podia orgulhar delas.. Mas essas tinham serviçais encarregadas de lhe cuidar dos filhos e dos serviços domésticos.


Depois isto deu uma volta… e surge a sociedade tipicamente urbana… e lá pelos anos 40/50 e até 60 cria-se a mulher objecto fabrico made in USA. Sacralizada nos filmes  tipo a Doris Dy , uma bonequinha de cabelo falso ,  alisado e descolorado com as maças do rosto cheias de rouge com de rosa e os lábios desenhados em forma de coração. Que esperava o seu esposo , com o jantar preparado e o martíni na mão…
Esta época ainda que mal comparado foi como os caniches, servia para caçar patos e ninguém se preocupava com o seu aspecto…era mais um cão de caracóis emaranhados. Mas alguém se lembrou de o transformar num animal de estimação…e sem função aparente para além de ser bonito e gracioso, hoje está transformado num animalzinho ridículo de pompons.


Com este testamento todo, não quero dizer que seja horrível uma mulher, pintar-se usar saltos altos , muito pelo contrario… tão saudável é expressar a nossa sexualidade como apresentar o nosso melhor aspecto. muito menos acho que os homens  deveriam usar rimel ou saltos altos...
Patética é a a distinção que se faz do feminino e masculino é avaliar-se a masculinidade por tabus.

Existe lá coisa melhor que a opinião sincera de um homem na hora das compras..?

 

 

 

 

publicado por Saia-Justa às 09:46
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

Homens… todos iguais!!

 

Era um dia normal como outro qualquer
Um edifício sofisticado...
Ela impecavelmente vestida  e arrumada  ar de  executiva...
Ele caminha para o elevador já a afrouxar o nó da gravata
Cruzam-se na porta e ele dá-lhe passagem
-Para o zero ?
-Para o zero!
Um solavanco e o elevador encrava exactamente um andar a cima do  destino  entre dois pisos, por segundos ficam em total escuridão, até se acende uma luz possivelmente de gerador
Tocam o alarme e batem na porta . Alguém do lado lhe fora  diz que foi uma falha de corrente que aguardem 45 minutos a uma hora  no máximo
Ela (com ar enfadado) Bom, só nos resta esperar, e logo hoje …
Ele– (polidamente) há dias assim… pode ser que não demore
Ela – (abrindo os dois botões da camisa) detesto espaços fechados, acelera-me a respiração e tira-me o ar!
Ele- ( sorri de leve) Isso é fobia, você está bem?
 Ela –( com segurança ,abana-se com a gola da camisa já aberta) Claro que sim,    uma hora aqui de pé não vou aguentar, acho que me vou sentar .. não se importa?
Ele-( muito educado)  Claro, vou fazer o mesmo, posso?  hoje foi um dia e tanto…, espero que saiba ou goste de anedotas...
Ela-(  decidida)  enquanto se baixava  para se  sentar - Detesto anedotas,  não acho a mínima graça. Raios , hoje não é o meu dia… veja , já puxei uma malha da  meia...
Ele, (diplomaticamente) faz um esforço para  não rir e  não lhe olhar para o corpo e pensou “mulheres, todas iguais”-  É o preço da moda mas não se nota muito, continuam elegantes...
Ela–( com ar atrevido)  sentada de lado, com um descaramento teatral  - Está a falar das meias ou das pernas ???
Ele - (com uma lata inesperada )- Ambas, são….elegantes, umas sem as outras não fazem sentido...
Ela  -(provocadora)  - Estas pernas já não têm 20 anos, não exagere, a elegância será com certeza das meias...
Ele- (já sem o mínimo , embaraço) - Ainda bem que não têm 20 anos, deve orgulhar-se disso e muito...
Ela- (desarmando-o )Estende a perna  com um atrevimento sensual - Se pudesse toca-las talvez não continuasse a dizer a mesma coisa?
Ele- (engole em seco, olha-a nos olhos)  - Não faço a mínima ideia, como quer que responda a essa questão? Só tocando..
Desce a mão ma direcção da perna dela, as luzes acendem-se e abre-se a porta..   E… sente o maior estalo de que têm memoria..
Ela-  ( levantando-se ajeita a saia)-  Homens… todos iguais!!
Ainda com a mão sobre o rosto, (ele) olhava abismado para aquela mulher  que seguia pelo átrio do edifico a pisar firme e segura de si..
(Ele) Incrédulo,não quer acreditar no que está a ver…  (Ela) voltou-se piscou-lhe  o olho com ar maroto  e  deu-lhe um sorriso arrasador.
 

publicado por Saia-Justa às 11:09
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Com asas eram uns anjinhos!!

 

Tenho dias que me assusto comigo própria.
Credo, será que estou a virar macho ???
Calma, também não ando por ai a engatar os maridos das minhas amigas, nem tão pouco a virar a cabeça para tudo o que usa saias…

(isso sim é à gajo)
As vezes, fico sem saber se é genético , se todas nascemos com essa tendência ou se em certas e determinadas circunstancias e caminhos da vida nos tornamos assim..
O que é facto é que as mulheres são umas grandessíssimas cabras. Cabras imbecis principalmente entre iguais.
Uma mulher pode ser cruel para outra mulher, dificilmente se perdoa a concorrência e há que eliminar a adversaria com brevidade. As gajas são umas cabras em relação a outras gajas e isso é um grande complexo de inferioridade, digo eu..!
Trabalhar com mulheres principalmente quando uma delas tem o poder sobre outras… é de fugir!
Se o assunto meter sexo, homens , ai ai .. Nem vou Comentar..
Mas pensando bem é triste..!
Até os gajos têm o seu código de ética…
Ok, existe uma cabra dentro de cada uma de nós, mas vamos com calma meninas.. 
É preferível ser-se cabra para os gajos!
Eu sou uma cabra assumida!! Faço questão de ser profissional e perfeccionista, ou seja, sou cabra a sério organizada e competitiva.  Nunca lixaria  outra mulher.
Há  mulheres que se tivessem asas eram uns anjinhos!!

 

publicado por Saia-Justa às 22:29
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 30 seguidores

.pesquisar

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Anda por ai um mau humor

. Espírito desportivo do se...

. Eles e elas somos nós...

. Conversas de WC

. Eu pecadora me confesso !...

. As mulheres (fardas) e os...

. "Se a tua vagina falasse ...

. Olha ele tão sexy..Nem se...

. Homens… todos iguais!!

. Com asas eram uns anjinho...

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.últ. comentários

Pois eu achei o máximo
Para inicio de conversa , quando me quiser confess...
Cómico
O tempo passa;)A verdadeira personalidade da “che...
Pontos de vista... Há quem se deixe seduzir por um...
Um bom filho a casa torna… ora se não é o RA ..:))...
Publicidade duvidosa (risos)
Esta ou a outra? Fico sempre na dúvida. Ou como di...
E outra que não necessitam de explicação;)
Há coisas que nem o café explicam...hehe
RSS