Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Anda por ai um mau humor

 

Consequência das sociedades modernas ou talvez não, é um facto que as pessoas “perdem” a cabeça e irritar-se cada vez com mais facilidade, por toma lá aquela palha… com coisas mínimas, insignificantes, que, à partida, parecem não ter a mínima importância.
Se de manhã não encontramos a chave, é um stress! Se o carro da frente não anda, começa o reportório das pragas! Se alguém se atrasa um pouco, irritação! Uma palavra fora do contexto numa reunião … cai o “Carmo e a trindade “ Resumindo: passamos  o tempo inteiro irritados! Porquê...?
Irritamo-nos com coisas mínimas.

Desde as situações mais caricatas até às mais banais, os seres humanos andam cada vez mais irritados. Acabamos por (ser) protagonistas de situações surreais, agressividade verbal, e muitos chegam à física… na grande maioria das vezes para esconder as suas próprias frustrações.

Perde-se as estribeiras, e sem qualquer pudor, excedem-se e recorrem a métodos menos civilizados…   uma fila de transito, o carro que não pega, uma pessoa que ocasionalmente passa à frente numa fila … o comando da televisão…

Ó Cristo , anda por ai um mau humor que até faz chorar as pedras da calçada.

Desde as situações mais caricatas até às mais banais, os seres humanos andam cada vez mais irritadiços.

As pessoas perderam qualquer pudor em chamar nomes ao próximo, nem que para isso tenham que recorrer a métodos menos civilizados.
Também é verdade que hoje as pessoas tem uma vida mais agitada, que a correria do dia a dia origina um stress mais evidente.

Mas será natural e até normal que à mínima coisa, tenhamos tendência a  explodir de imediato quase gerando uma nova “guerra mundial”?

Sim e falo no geral, todos temos os nossos momentos…
O quem é que ganha com estes ataques de fúria e histerismo????
O coração é que não é!!
Não vale a pena perder o controlo, respirem fundo, contem até 10  e tente ignorar a situação … pode parecer complicado, e quase missão  impossível, mas é tudo uma  questão de auto controlo e de gerir melhor os  nervos:)
Depois vem os calmantes, anti depressivos, e tal qual zumbis é ver alguns a passear-se por ai completamente off da realidade.
Vá lá… se não o fizerem por vocês, pelo menos pensem no coração dos outros;)
 Gostava de dedicar este post a uma "simpática"   “senhora” que hoje se cruzou comigo e que gentilmente me mostrou o dedo e me dedicou uns mimos…  minha  cara, já vi melhores e até piores…  o verniz não era lá essas coisas, prefiro branco ou  transparente , temos pena:)

 

 
 

publicado por Saia-Justa às 13:55
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009

Faxina

Isto não há nada como o descanso  e a vida no campo…

Metade já lá vai…

Passei por aqui só para abrir as janelas, arejar e tirar as teias de aranha… nada como uma boa faxina para o regresso ser limpinho.

Para quem está de ferias, boa continuação

Para quem está a bulir, olhem, temos pena… a vida é mesmo assim e não fui eu que a fiz.

Até depois.

 

publicado por Saia-Justa às 15:33
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 30 de Julho de 2009

Até uma próxima…!!!!!!!!!

 

 

Por muitas considerações que nos possam fazer, por muitos que nos digam que não… nós somos bons, muito bons e temos a capacidade de viver e pressentir…

A vida é bela…!! A simplicidade de rir ou fazer rir, enfiar as mãos na terra, andar descalço, sentir a chuva no rosto, o cheiro da terra molhada, ser banhado pelo sol, correr, pular, gritar, dançar, sentir a beleza do vento, chorar, limpar lágrimas, namorar, beijar, fazer sexo, dar as mãos, amar, dormir, ver o mundo, crescer…  o sorriso de uma criança, de um filho ,as flores, pensar, e sonhar…

Eu ainda posso fazer melhor… posso rir-me um pouco de mim mesma … e não me esquecer de ser “criança” .É uma atitude saudável que pode muito bem ser o início de uma outra forma de estar na vida.

Um pouco de infantilidade, é como o caldo de galinha nunca fez mal a ninguém

1º Crianças somos nós a vida toda… o que muda são o preço dos brinquedos.

2º Nunca deixo de ter em mente que o simples facto de existir já é divertido

3º A vida sem musica seria um erro… por isso cantem… 

 

I don't wanna dance
Dance with you baby no more
I'll never do something to hurt you, though
Oh but the feeling is bad
The feeling is bad

I love your personality
But I don't want our love on show
Sometimes I think it's insanity
Girl the way you go

Don't wanna dance
Don't wanna dance
Don't wanna dance
Lá lá lá...

 

Até uma próxima…!!!!!!!!!

 

publicado por Saia-Justa às 10:27
link | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 12 de Julho de 2009

60 Minutos

“Quer se queira quer não, ninguém é completamente livre. Temos limites, quer nos sejam impostos por nós próprios por outras pessoas ou por conceitos pré concebidos.”

 Conseguem imaginar uma hora (60 minutos) da nossa vida a fazer só aquilo que nos dá na gana?

Uma hora que pudéssemos ser tudo ou quem quisemos. Viver as nossas próprias fantasias sem limites, sem preconceitos, cobranças, hipocrisias, ou tabus…?

E atenção, não estou a falar de sexo, mas porque não…?

Uma hora a fazer e viver o que nos desse na real gana. Onde  ninguém, mas ninguém mesmo nos pudesse julgar ou criticar?

Depois desses 60 minutos, acham que a nossa vida voltaria a ser a mesma? Iríamos vê-la com os mesmos olhos?   

publicado por Saia-Justa às 20:14
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 3 de Julho de 2009

Espírito desportivo do sexo masculino..!!

A verdade é que oferecer “presentes” a homens não é fácil… mesmo aquele com quem já partilhamos anos e anos de vida… que conhecemos de trás para frente e da frente par trás. A verdade é que ninguém conhece ninguém… estou completamente à “nora” com o presente que vou oferecer ao meu “mais que tudo” em mais um aniversario. Pesquisei na net para ver se me surgia alguma ideia. E eis que me aparece uma ideia fabulosa… depois de encontrar isto ..

 
«Diário de um cinquentão na academia»

 
Agora que acabei de completar 50 anos, a minha mulher ofereceu-me  um cheque vale de uma semana de treino  físico em um desses ginásios da moda. Independente de que eu esteja em excelente forma, pensei que era uma boa ideia para tentar deter o processo da "barriguinha" que ataca a todos nós.

Liguei para o ginásio e fiz a reserva com uma " personal trainer " chamada Nádia, modelo, 26 anos e Instrutora de Aeróbia .
Foi-me  recomendado  que levasse um diário para ir documentando o meu progresso e é esse que eu lhes envio:

 

Segunda: Comecei meu dia as 6:00. Foi bastante difícil levantar-me da cama a essa hora, porém a viagem valeu a pena quando cheguei ao ginásio e vi a  Nádia à minha  espera. Parecia uma deusa grega: ruiva, olhos azuis e um grande sorriso, com uns lábios carnudos e um corpo espectacular
Nádia acompanhou-me num tour por o ginásio para mostrar os aparelhos. Tomou-me o  pulso depois de 5 minutos na bicicleta, e alarmou-se, estava muito  acelerado porém, eu não o atribui ao esforço mas sim a ela , vestida com um fato  de Lycra coladinha, e estava bem perto de mim… Desfrutei bastante do exercício, a Nádia estava sempre a motivar-me  quando fazia as sessões, apesar da dor na barriga que eu sentia, de tanto encolhê-la, toda vez que ela passava perto de mim.

 

Terça: Tomei café e fui para o ginásio.

A  Nádia estava mais linda que nunca, comecei por  levantar uma barra de metal, onde ela se atreveu  a pôr pesos!!! As minhas pernas estavam debilitadas, mas na passadeira consegui completar um quilómetro. O sorriso arrebatador que a Nádia me deu  convenceu-me de que todo exercício valeu a pena… era uma nova vida para mim.

 
Quarta: A única forma como consegui escovar os dentes, foi colocando a escova sobre o lavatório  e mover  a cabeça de um lado para o outro.

Conduzir  também não foi fácil..mexer os   braços para por as mudanças  era um esforço digno do Hércules, dói-me o peito e minhas pernas  ardiam toda vez que pisava na embriaguem. Fisicamente impossibilitado, estacionei meu carro num lugar  para deficientes físicos, até porque , saí a  mancar…


A Nádia estava com a voz um pouco aguda a esta hora da manhã e quando gritava incomodava-me muito. O meu corpo doía  inteiro quando ela me colocou um cinto para fazer escalada. Para que merda alguém inventa uma porra destas  para se escalar quando isso já está obsoleto com os elevadores? Nádia disse-me que isso me  ajudaria a ficar em forma e a desfrutar a vida… ou alguma dessas merdas de promessas que as mulheres sempre fazem

 
Quinta: Nádia estava a minha espera  com seus odiosos dentes de vampiro de fora. Cheguei meia hora atrasado: foi o tempo que demorei para colocar os ténis , a desgraçada da Nádia lembrou-se de  me colocar a  trabalhar com os pesos. Quando se distraiu, saí a correr  e escondi-me no WC Mandou um outro treinador buscar-me e como castigo pôs-me  a trabalhar na máquina de remar.. Mas fod*** todo.


Sexta: Odeio a desgraçada da Nádia. Estúpida, magra, anémica, chata e feminista sem cérebro! Se houvesse uma parte do meu corpo que ainda se pudesse mexer  sem uma dor angustiante, eu partia aquela  vaca ao meio … puta que pariu esta desgraçada .

Ainda  quis que eu trabalhasse meus biceps … eu sei lá que porra é essa ,cara…!!!! E como se  não bastasse colocou   pesos na  merda das barras… A bicicleta fez-me desmaiar e acordei na marquesa  de uma nutricionista, uma idiota com cara de mal comido que me deu uma catequese de alimentação saudável, claro.


Sábado: A lazarenta da Nádia deixou-me uma mensagem no telemóvel com aquela  vozinha de lésbica assumida, perguntando-me por que eu não fui.

Só com aquela  vozinha  deu-me ganas de quebrar o telemóvel, porém não tinha certeza se teria força suficiente para levantá-lo, inclusive  até para apertar os botões do comando da tv , estava difícil…


Domingo: Pedi ao vizinho para ir à missa agradecer a Deus por mim por esta semana ter terminado. Também rezei para que o ano que vem, a desgraçada e infeliz da minha mulher me ofereça  algo  um pouco mais divertido, como um tratamento dentário, um cateteres ou ate mesmo um exame de apóstata.

(desconheço o autor)

 
Mas está aqui uma belíssima ideia.

Adoro o espírito desportivo do sexo masculino..!!
 

publicado por Saia-Justa às 11:33
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Quase Perfeita

Rio Homem - Parque Nacional da Peneda-Gerês
Penso sempre que a vida é uma passagem onde todos nós sem excepção vamos e voltamos na procura da perfeição. Utópica dizem-me alguns, sonhadora dizem-me outros, a perfeição não existe.

A maioria diz que não existe que é uma utopia.

Em determinadas alturas da nossa vida já todos lemos uma frase perfeita, que para nós faz todo o sentido. Já escutamos a música que se torna perfeita pelas palavras do poeta. Já lemos o livro que pela beleza ou realismo da sua historia nos envolve no enredo perfeito da vida.

Hoje apetece-me ser perfeita, ser eu. Eu realmente, sem ser o que se espera de mim, sem as frases do costume as atitudes de sempre a previsível …

Quantos de nós conseguem realmente ser na sua essência? Somos limitados por todos os lados por uma sociedade uma família um grupo de amigos.

É esperado de nós que sejamos educados e sejam seguidas as regras da boa convivência e educação.

Trabalhadores produtivos, no trabalho devemos chegar a horas cronometradas, ter em conta as hierarquias e cumprir ordens, certas ou erradas não as devemos questionar quando vem de um superior hierático. A quantos de nós já não apeteceu chamar básico a um (chefe) limitado … manda-lo aquela parte e lavar a alma???

A sociedade espera de nós educação a arte da boa convivência com os demais, exigi-nos uma ética moral e regras previamente estabelecidas. A quantos de nós já não apeteceu quebrar todas as regras e tabus, e aproveitar os momentos de loucura que provisoriamente afloram na nossa cabeça? Mas somos reprimidos por amarras silenciosas.

A família quer-se unida, existe quase que uma espécie de código de honra estabelecido que todos apregoam mas poucos acreditam. Podemos dizer que seguimos os estatutos da família que “assinamos” quando a começamos a formar.

A quantos de nós já não apeteceu extrapolar todas esses estatutos mandar toda essa honra ás ortigas nem que seja por momentos…?  Quando aquele bichinhos que nos martela a cabeça com ideias mirabolantes… podemos conversar, claro que podemos… mas fica sempre a duvida se vale a pena, afinal são pequenos momentos de alienação.

Mas a perfeição existe, sim existe quando realmente somos nós são os momentos em que nos sentimos verdadeiros com as nossas vontades.

Quando conseguimos dizer sem vergonhas que temos dúvidas, quando sem vergonhas admitimos que precisamos de um abraço, quando recebemos um sorriso espontâneo de alguém especial, quando temos a coragem de reconhecer que a perfeição é demitir que não se é perfeito. E que hoje eu sou o que  “quero ” em vez do que “esperam ”que seja. A perfeição do sonho que vivemos é mais perfeita que a perfeição imagina.

Querermos sempre mais,  que  as pessoas que se cruzam na nossa vida sejam exactamente aquilo que procuramos, as situações perfeitas , a vida confortável e arrumadinha, esperamos dos outros o que eles esperam de nós…
A vida corre veloz, nunca ninguém sabe quando faz ou fez as melhores escolhas, nunca se pode terá  certeza, mas também, nunca sabemos o futuro…

Penso sempre que a vida é uma passagem onde todos nós sem excepção vamos e voltamos na procura da perfeição.

Hoje Apetece-me ir, ir sempre em frente para aquilo que não se espera de mim, apetece-me ser eu.

 

 

Confuso…?

publicado por Saia-Justa às 11:45
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

Mais e melhor sexo

Uma daquelas estatística que nunca se sabe quem fez ou a quem…

Esta foi publicada pela “agência de notícias Associated Press “comprovou que os homens que ajudam as suas mulheres nos serviços domésticos têm  mais  e melhor sexo.

homem lavando pratos

Homens, façam um exercício mental e organizem-se e vejam lá bem se não andam a perder...


 

 

publicado por Saia-Justa às 14:08
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

Macgyver de saias

É como a cartola de um ilusionista de onde pode sair de tudo, e quando digo tudo é tudo mesmo! Afinal uma mulher prevenida vale por duas é ou não é?

E, perguntam os homens, para que querem elas tantas coisas? O que se  esconde ali  dentro  qual é o mistério…? 

Nada de importante, pensarão alguns, verdadeiros mistérios, pensarão outros há quem lhe chame o caixote do lixo ambulante.

Sejam grandes ou pequenas, de pano ganga, pele ou imitação, coloridas ou não, à para todos os gostos o que interessa é que caiba nelas o essência l!!!!!

E o que é o essencial perguntam eles, ou realmente importante..? mas tudo  têm uma razão de ser  e  utilidade , nada é por acaso…

Das chaves as canetas, sim canetas nunca se sabe quando uma só deixa de escrever… Passando pelo espelho, maquilhagem, desde batons a rímel queremos estar sempre bem e retocar a maquilhagem de vez em quando. 

Brincos, perfume, umas gotinhas nunca fez mal a ninguém..  Pensos higiénicos ou tampões, tesoura sabe deus se não pode ser precisa… e não vá o diabo tecelãs..   Pinça para as sobrancelhas, existe sempre um pelito fora do lugar…  lima para as unhas, e se as vezes faz falta andar de unhas “afiadas” .

Mesmo muito importante, óculos de sol (principalmente para quem tem olhos claros) óculos para trabalhar , bloco de anotações, e agenda que é precisa todos os dias.

Escova ou pente para o cabelo convêm estar apresentável, tabaco para as que fumam, pastilhas elásticas imprescindível e de vários sabores, a “chiclets tem umas novas com sabor a melão sem açúcar que são o máximo” (e ninguém me paga para fazer publicidade..) Telemóvel, carteira, porta-moedas, lenços de papel, creme de mãos, e  um livro para desfolhar nas hora mortas etc.

Tudo se consegue encontrar. Dos objectos mais simples aos mais utilitários.

É um acessório obrigatório para todas as mulheres dos tempos modernos. é completamente impensável para qualquer mulher, é que  ir trabalhar com a carteira numa mão e as chaves do carro na outra não lembra ao diabo..

 Dizem os homens nós somos mais práticos (chave do carro, telemóvel e carteira  no bolso.) A carteira porque precisam de   documentos e o dinheiro; telemóvel gostam de estar contactáveis ( fora o meu que é alérgico)  e as chaves .. do  carro e também convêm conseguir entrar em casa! Eles falam, falam … Mas bem que em determinadas alturas não deixam de dizer: tens aí uma caneta…? Põe ai a minha carteira ! ou ainda , dá ai uma pastilha..

Algumas mulheres são verdadeiros Macgyver de saias nunca ficam enrascadas… acho até que somos prevenidas e muito praticas. Porque bem vistas as coisas existem poucos homens a usar mala ou muito provavelmente se a moda pega para o lado deles é vê-los a desencantar lá de dentro umas “mines” chaves de fendas, canivetes suíços abre-latas e com algum jeitinho um pacotito de tremoços.

 Eu pessoalmente sinto-me nua sem ela.  A maioria das mulheres guarda ali, muita da  sua própria intimidade, um mundo que é seu, e que leva para qualquer lugar. Sabe-se lá do que podemos precisar…

A  mala, independentemente do modelo, finaliza a apresentação de uma mulher. . e se assim é, e sendo a mala um acessório sempre presente, é natural que lá esteja tudo aquilo que a mulher necessita em qualquer ocasião, verdade?

Alguns até podem achar que é  dos mistérios mais bem guardados  o que está dentro de uma mala feminina,  e eu digo, as malas são provavelmente um dos maiores inventos feitos em prole da mulher:)

Existem para todos os  gostos tamanhos e preços. Desde as mais sofisticadas as mais simples. Desde a famosa marca: “MC “  Manel Cigano directamente da “FIC” Feira Internacional de Carcavelos todas as quintas feiras quer chova ou faça sol..

As sofisticadas Louis Vuitton  a não menos famosa Chanel há de tudo.

Bem vistas as coisas não é o que todos querem.. a "mala"...

publicado por Saia-Justa às 13:40
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Eles e elas somos nós...

Há dias que não me apetece fazer nadinha, nient… !

Problema é grave .. porque não bastasse acumular trabalho que vou ter que o fazer mais cedo ou mais tarde mas hoje definitivamente não é um bom dia..

Para mal dos meus pecados, estou “presa” aqui entre quatro paredes. Presa é como quem diz… porque acabei agorinha mesmo de chegar da Eslovénia . Um país pequeno, bonito e pitoresco, é óptimo destino de férias ou pelo menos para o meu gosto… 

É certo que foi uma viagem de reconhecimento em poucos minutos ,  montanhas, lagos, rios, cascatas de água, florestas, etc e Ljubljana, uma das mais jovens capitais da Europa Central ou seja acho que é uma boa escolha.  

 

Bom, mas isto das novas tecnologias é uma maravilha encontra-se de tudo… é surpreendente.
Mas surpreendentes são os homens… fala-se em ferias e a resposta é sempre mais do mesmo: Tu é que sabes, escolhe tu.. mas na hora do vamos ver surgem sempre demasiados “ mas…”

Não há volta a dar, os homens de modo geral são loucos pelas mulheres.

Há quem as considere fascinantes, misteriosas, lindas  até companheiras para a vida! No entanto, no meio de toda esta perfeição, existem várias coisas que as mulheres adoram e que parece que irrita os homens. 

Há quem lhe chame “manias”  e chamo-lhe característica feminina ainda não percebi se irrita ou assusta  o sexo masculino algumas das nossas capacidades.


Uma delas é a memoria de elefante…
Dizem eles que nós nunca nos esquecemos de nada… é um facto!  mas se por ventura nos esquecemos de algo que seja importante para eles somos apelidadas de despistadas e que vivemos na lua.


Que falamos  sem parar
Contra factos… mas é obvio que temos sempre algo a dizer sobre tudo e mais alguma coisa.. Temos opinião e de certa maneira reduz as capacidades  dos homens para discutir vários assuntos ao mesmo tempo, leva-os a dizer que  nós tagarelamos.

Mas se porventura estamos caladas mais tempo que o habitual lá vem a pergunta da praxe… O que é que tens? Estas chateada..?


Muito.. demasiado sensíveis…
Que nos emocionamos  com um livro uma musica ou um  filme… isso é mesmo coisa de gaja !
Se por acaso estão com uma dor do dedo mindinho ou uma  ligeiríssima gripe , e nós não dizermos nada…  Insensível.. está aqui um gajo doente e não me ligas nenhuma.


Ciumentas e exercemos controle cerrado..
No que toca a controlar o  masculino, existem algumas que são piores que a PID no tempo da outra senhora! Se for para revirar bolsos de calças e camisas antes de as enfiar na máquina de lavar ou para ler todas as mensagens do  telemóvel enquanto ele faz a barba, ninguém as  bate, qual OO7!
Mas são eles que fazem cenas por causas das saias curtas das camisolas decotadas ou ainda da maquilhagem mais ou menos puxada..


Compras e mais compras consumistas em potencial…
Ou sou muito ingénua ou sou muito burra… Porque sinceramente ainda não conseguir ver onde é que esta a dificuldade de eles entenderem  que podemos entrar em varias lojas e não comprar nada… ou quem sabe correr o centro comercial inteiro e acabar por comprar uma simples camisola  na primeira loja..
E custa perceberem que a busca por um par de sapatos perfeito ou um vestido de arrasar é feita a pensar neles?
E com o agravante que muitas das vezes somos nós que lhe compramos a roupa, ou andavam rotos ou nus.


Chantagem sexual
Háa, aqui discordo completamente… a nossa chantagem é emocional e dos homens sexual… Qual a pior? Venha o diabo e escolha.
Talvez a nossa seja vencer pelo cansaço e deixa-los com os nervos a flor da pele entre outras coisas… O homem pelo contrario utiliza a chantegem sexual para fazer as pazes na cama..O pior é quando o tiro sai pela culatra..e se o feitiço se vira contra o feiticeiro e quem fica a perder ? os dois.


Já divaguei.. mas esta é a minha parte de gaja chata a por defeitos…


Vamos ver como vou convencer o "meu mais que tudo"… ainda me resta a última táctica… a lágrima fácil..  nenhum homem resiste ás lágrimas de uma mulher...

 

publicado por Saia-Justa às 17:12
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

Conversas de WC

 

O que dizer das mulheres… são complicadas? Ou umas verdadeiras espertas?

Pois é... as vezes também digo “mal”  dos espécimes masculinos, mas hoje  chegou a altura de descascar nas minhas companheiras de sexo (antes que comecem a achar que eu virei pró outro lado) ou melhor, companheiras de género  o que não quer dizer que seja dizer mal… as vezes surpreende-me a capacidade camalionica que as gajas tem.

É que nos últimos tempos tenho vindo a notar que as gajas estão cada vez mais hipócritas e descaradas.

Fico é sem saber se nascemos com essa tendência ou se são as circunstâncias da vida.

É certo que já não nos cruzávamos há muito tempo… mas continuo a ser uma “miúda” da província ou seja eu sou uma aldeã… “embora o primeiro dia seja sempre terrível a adaptação”

As mulheres vão juntas aos ( pares ) ao  WC   isso sempre intrigou os homens .. mas até a nós mulheres nos pode surpreender o que se lá ouve ou passa..

- Tu viste o vestido dela?

- Eu quando ela entrou nem a conheci.. que idade é que ela têm?

- Acho que deve ser da minha idade mais coisa menos coisa..  mas eu nunca vestia aquilo..

- Acho que só se interessa por  compras, gastar dinheiro, vestir-se bem, para fazer inveja às amigas.

-Lembras-te da ultima que cá esteve com ela ?

- Não achas estranhos os filhos nunca cá vem?

- Porque será, se calhar nem se falam..

Alisei o meu vestido, passei os dedos no cabelo e lá sai do WC com um sorriso na cara.  Acabado o almoço é hora de levantar e ir embora , existem coincidências quando estamos no mesmo espaço… cruzamo-nos à saia.

- Olá (…)

- Olá meninas estão vem?

- Já não vinhas cá há uns tempos…

- É verdade, não tem calhado

- Estava ainda há pouco a dizer isso à Carmo, os anos não passam por ti,  ah tás tão bonita. tradução: "tás uma verdadeira merda"
- Achas..? Pois deve ser do vestido…

- Acho que te fica mesmo bem o que trazes vestido faz-te mais jovem. Tradução: "fosga-se… já te viste ao espelho???"

- E o teu filho ,está bom? Nunca mais o vi vocês tinham uma óptima relação..Tradução : "cabra , aposto que nem sabes onde ele anda."

- Está tudo bem sim, vocês também, está visto.. bom meninas tenho que ir..

- Gostamos muito de te ver, aparece mais vezes.

- Ok, até outro dia..

Isto é o que eu chamo sentido de oportunidade e frontalidade.

A inveja maldade ou hipocrisia … é uma coisa muito feia. Sorriem sempre. Mas pelas costas.. Superficiais ou  falsas?  Inteligente...nunca se atrapalham e ponto final  

publicado por Saia-Justa às 11:39
link | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 30 seguidores

.pesquisar

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Cambada...

. Na vida nada bate o praze...

. Heaven

. O respeitinho é muito bon...

. Momentos

. O Cônsul Desobediente

. O livro ( Caim)

. Resposta

. Homens... Blá blá blá...

. Ser ou não ser

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.últ. comentários

Pois eu achei o máximo
Para inicio de conversa , quando me quiser confess...
Cómico
O tempo passa;)A verdadeira personalidade da “che...
Pontos de vista... Há quem se deixe seduzir por um...
Um bom filho a casa torna… ora se não é o RA ..:))...
Publicidade duvidosa (risos)
Esta ou a outra? Fico sempre na dúvida. Ou como di...
E outra que não necessitam de explicação;)
Há coisas que nem o café explicam...hehe
RSS