Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Barba cabelo ou um croquete??

Umas já viram.. outras não viram de todo .. outras nem si nem nim porque não tem que se confessar.. Eu já vi!!
Existia uma revista há uns anos atrás..( Élan) não sei se alguns se lembraram… talvez sim talvez não..

Que na época patrocinou um curso de pára-quedismo feminino para algumas “beldades” da altura, modelos e  algumas meninas ditas de “bem”....Eu estava presente, e não, não era beldade nem modelo e muito menos pertencia a nenhuma família “bemzoca” têm mais a ver com o lado (pára) da coisa mais isso agora não interessa nada, estava lá e ponto final paragrafo!!

Isto foi  lá pelo ano de 199... e qualquer coisa no coconuts  em cascais.  Não faço a mínima ideia se ainda existe… mas foi lá que recebi um convite para assistir aos “piquenos” a tirar a roupa. Eu sei que isto de ser casada têm alguns impedimentos… mas não que não ias… a curiosidade era tanta que era bem capaz de levar a ( mãe) só para ter "álibi"para a coisa... Pobre senhora ( a minha mãe claro) que se soubesse destas andanças da filha  dava-lhe  três coisinhas más em vez de uma! Mas lá fomos entre irmãs e amigas um grupinho de 11 gajas.
 Sinceramente  não  vi nada de especial.. achei um espectáculo banal e não gostei…. Por ai além!!!
Depois disso , há pouco tempo atrás fui a uma despedida de solteira ( agora parece que é moda ir ao strip..) e ai sim..

Além de muito jeitosos ,os “piquenos” eram óptimos bailarinos e o espectáculo tinha a sua graça.

Ora então sem falsos pudores porque não me apetece mentir, se dançam bem, são jeitosos e ainda por cima se tiram a roupa (deles claro) porque não….? o strip não têm que  ser um exclusivo dos homens, é ou não é..?
Uma amiga acabadinha de chegar de Londres,  e  quem conhece sabe que se encontra de tudo…   Trouxe  a novidade.. um bar onde os (piquenos) servem as mesas em pelota só de avental…

Ora não sei se é grande novidade… aqui mesmo.. cá pelo burgo já existe  mais do mesmo… Desde restaurantes a barbearias..
Mas convínhamos… já estou como diz a outra a de ( Caneças) uma coisa é uma coisa ... outra coisa é outra coisa…
E ainda dizem que estamos na cauda da Europa… em matéria de erotismo ou tudo o que cheire a sexo aprendemos rapidinho.. Falta saber é se tem “freguesia”… 

Porque isto de jantar ou cortar o cabelo entre folhos e entrefolhos de lingerie não se admirem se ficarem com uma orelha cortada... Ou com algum croquete entalado na goela..  benzamos deus!!

publicado por Saia-Justa às 15:43
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Olha ele tão sexy..Nem sempre foi assim!!

 

 

(Adoro o pormenor da perninha..)

Maquilhagem, saltos altos, cabelo comprido e saias… (justa)


Ora vamos lá ver, dizem alguns… isso é conversa de mulheres, linguagem de gaja é um universo onde se sentem como peixe na agua…
A todas nós, se não todas quase todas , já aconteceu pedir uma opinião ao companheiro, ou até a um amigo sobre uma determinada roupa, maquilhagem ou penteado


- Gostas desta saia, é gira não é..? ou achas que aquela ali mais curta condiz mais comigo..?
- Estou a pensar dar um corte no cabelo… ? e  fazer umas nuances, o que te aprece?
-Aquele batom vermelho é fantástico.. E com uma blusa preta realça o meu tom de pelo, não achas?
Se não querem ser desagradáveis, uma parte da espécie masculina concorda por educação mas sempre sem grande entusiasmo, os restantes acham que não sabem, não tem opinião porque é uma área que não dominam… isso é coisa de gaja.

Ou seja, gajo que é gajo detesta ir as compras com as mulheres e segundo eles, os motivos são vários…
A indecisão, entram em 100 lojas para comprar as calças de já experimentaram na primeira loja. São consumistas e adoram bater perna nos espaços comerciais. Pedem opinião sobre uma coisa que um gajo não domina e acabam por comprar o que lhe parece..!


Isso é definitivamente uma coisa feminina que os homens não entendem e alguns até tem complexos de dar palpite.
Mas será tanto assim… Feminina…?
Feminilidade ou masculinidade não se qualificam, ou pelos menos não deviam,  por ser perceber destas coisas “pequenas” que muitos consideram universo feminino.
Alias, num existe indumentária, maquilhagem, saltos altos ou cabelo comprido que se possa considerar como uma coisa intrinsecamente,  feminino, muito pelo contraio… Tudo  isto eram coisas de gajo que é gajo… ou seja de gajo há seria!! Deixou de o ser quando a sociedade assim o definiu e vá se lá saber porque…


Os saltos altos por exemplo, é coisa de gaja???
 Sim, na sociedade actual . Mas no tempo de luís XIV eram masculinos. Os duques os marqueses e os fidalgos das cortes empoeiravam o rosto, usavam perucas e sinais postiços, apelavam-se pelas casacas estampadas, os lenços de renda e costumavam andar empoleirados em saltos altos de dez centímetros ou mais… e segundo dizem o monarca que impôs a moda na corte foi macho suficiente para fazer uma dúzia de filhos…


O cabelo comprido, é masculino ou feminino???
Bem, o Sansão era um homem muito homem… um macho daqueles fortes e sarados..!! A acreditar no que está escrito, usava o cabelo comprido, e de certeza todos sobem a lenda da forma como perdeu a força de dez leões, dizem… foi quando a malvada da Dalila lhe cortou o cabelo.
Na maioria das tribos os guerreiros têm cabelo comprido. Os mandarins chineses também deixavam crescer o cabelo e entrelaçavam-no com tanto requinte que faria inveja a muita mulher. (e também deixavam crescer as unhas que pintavam)
Já as mulheres de algumas tribos, as virgens usavam o cabelo curtíssimo para simbolizar o estado de pureza”donzelas”


A maquilhagem…?
Masculina sem dúvida! Desde o princípio dos tempos que o macho “caçador” se pintava “maquilhava” para caçar. A maquilhagem sempre esteve reservada aos homens, que eram guerreiros, aos piratas assim como os adornos brincos e colares. Só na sociedade moderna e industrializada, é que a maquilhagem é reservada exclusivamente as mulheres.


 E as saias.., as saias são femininas..?
Os romanos usavam túnicas ,desde o tempo dos reis que  os homens usavam saias e mantos,  os escoceses  kilts, os árabes utilizavam o jilabas , os pauliteiros saias de folhos .. E curiosamente desde o inicio principalmente no oriente, as mulheres camponesas usavam calças.


O que é certo, é que aquilo que a nossa sociedade de hoje entende como atributos femininos não são  nada mais nem nada menos que  aspectos que desde o inicio dos tempos faziam parte de todo o macho que se preze. Eram sinais de poder, riqueza e virilidade. Há pois é…!!


Mas há medida que as sociedades vão evoluindo … as mulheres  começaram a ornamentar-se  , mas só as de  classe elevada.. A burguesa ou a prostituta,  a mulher do “povo” não usava jóias ,nem maquilhagem, espartilhos ou perfume..As mulheres de classe baixa, que trabalhavam e pariam não usavam sapatos altos , penteados complicados ou maquilhagem. Isso era coisa da burguesia, que tinham como finalidade ornamentar-se, quanto mais produzidas mais o marido se podia orgulhar delas.. Mas essas tinham serviçais encarregadas de lhe cuidar dos filhos e dos serviços domésticos.


Depois isto deu uma volta… e surge a sociedade tipicamente urbana… e lá pelos anos 40/50 e até 60 cria-se a mulher objecto fabrico made in USA. Sacralizada nos filmes  tipo a Doris Dy , uma bonequinha de cabelo falso ,  alisado e descolorado com as maças do rosto cheias de rouge com de rosa e os lábios desenhados em forma de coração. Que esperava o seu esposo , com o jantar preparado e o martíni na mão…
Esta época ainda que mal comparado foi como os caniches, servia para caçar patos e ninguém se preocupava com o seu aspecto…era mais um cão de caracóis emaranhados. Mas alguém se lembrou de o transformar num animal de estimação…e sem função aparente para além de ser bonito e gracioso, hoje está transformado num animalzinho ridículo de pompons.


Com este testamento todo, não quero dizer que seja horrível uma mulher, pintar-se usar saltos altos , muito pelo contrario… tão saudável é expressar a nossa sexualidade como apresentar o nosso melhor aspecto. muito menos acho que os homens  deveriam usar rimel ou saltos altos...
Patética é a a distinção que se faz do feminino e masculino é avaliar-se a masculinidade por tabus.

Existe lá coisa melhor que a opinião sincera de um homem na hora das compras..?

 

 

 

 

publicado por Saia-Justa às 09:46
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Prá menina e pró o menino

Será solidariedade de “mulher para mulher”??
Ainda sou do tempo da bata branca , do  “apartheid” nas escolas. Meninas de um lado  e meninos do  o outro.  Nada de misturas porque não convinha.. vá se lá saber porque…
Devia ser para moldar o  “carácter” dos homens eu lembro-me de ser bem miudinha ouvir falar do lema: “Pátria, Deus e Salazar” existia a (Mocidade Portuguesa) recrutava os putos em idade escolar, se não me engano, por volta dos sete até á idade da tropa , e entre paradas e acampamentos levavam uma lavagem cerebral   sobre ideologia moral e religião.
Mas deixemo-nos de coisas triste , que de lá para cá muita coisa mudou, e para melhor, digo eu.
De lá para cá tanto se tem falado de “direitos” …Reconhecimento, afirmação da condição feminina, e queremos que deixem de lado o rótulo de “bibelot” que tanto nos é associado.
E não será um retrocesso esta moda dos ginásios femininos..?
Há excepções, claro que há..mas frequentei ginásios mistos e sempre existo um relacionamento saudável com o sexo oposto.

Ninguém estava ali para mostrar os ténis da "Runnig  New  Balance" ou a roupa da "Adidas"competição que existe muito entre o sexo feminino, a exibição.
Nos ginásios mistos sempre existiu uma partilha homens/mulheres e a forma  como nos tratavam era uma questão de atitude não de sexo.
Não entendo a existência destes ginásios femininos.. a mulher procura-os  por..? timidez, vergonha, ou porquê têm mais “corte e costura”??
Supostamente o ginásio é onde se pratica actividade física não propriamente para socializar…
Será que se está a confundir a missão dos ginásios??

 

 

publicado por Saia-Justa às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

De mulher ...para mulher ou não!!

Temos tendência para pensar inocentemente, que em relação aos grandes temas da vida, tipo ( dor, guerra, morte, amor, sexo) nós ,homens e mulheres somos iguais.
Mas será verdade…??  até podemos viver as experiencias do mesmo modo mas  a visão é sempre diferente.


Homens/mulheres gostam de  actividade e são  criativos, que a  inventam  se não a encontrarem.  Algumas condenam-se  a uma “imobilidade” silenciosa, outras preferem a  rebeldia “silenciosa”. Supõe-se que as mulheres de modo geral são muito calmas, mas são-no  tanto  como os homens, precisam de exercido para as suas faculdades mentais. A escrita pode ser muito bem uma desses exercícios, ou não??


Existe escrita feminina?? Claro que existe e ainda bem que assim é.
É tacanhez mental de alguns homens que  afirmarem que elas deviam dedicar-se exclusivamente a fazer bolos ou a escrever sobre culinária, tricotar, cozer meia ou bordar.. tomar conta dos filhos e dedicar-se ao lar. Escrever.. ok, se for um coisa mais ou menos familiar.. falar de amor ou dos pimpolhos.
Tentam rir-se delas.. Existe um medo tremendo de saber a opinião feminina sobre sexo . A mulher que escreve sobre sexo é “mal amada” e quer “igualar-se ao homem” já os “escritores” de cama e cueca são grandes garanhões que comem tudo o que mexe.


Mas como no sexo e no tango são sempre preciso dois… homens e mulheres, vivem experiencias em parte idênticas e em parte diferentes.. E a nossa visão do mundo e das coisas é muito diferente em função do género digam o que disserem.
Mas  quem melhor para falar de sexo  (de mulheres)  que não uma mulher?
Nós fazemos sexo  com “homens” (existem excepções, claro)  as mulheres apenas decidiram escrever sobre si mesmas, a sua sexualidade,  é crime?


 Ou  ficamos nós aqui a ver o que se escreve sobre nós.. sem poder opinar? Boas, más, musas, mães, amadas, amantes, vadias, putas, adulteras ou loucas.. Todos tem opinião sobre a mulher.


Eles são mais discretivos … gostam de falar “delas” perfeitas.. um cú preeminente, das suas próprias  pilas avantajadas, mamas generosas…  já elas, escrevem o que sentem… e quem melhor de que uma mulher para o descrever..o formigueiro que sobe pela coluna, as contracções que disparam no ventre, ou o toque suave o cheiro.. nós mulheres temos tendência a utilizar um erotismo poético.


De tanta opinião que se tem .. o homem parece que procura a mulher perfeita  e quer fazer crer que existe por ai um uma espécie de ser “iluminado” com um genes perfeito
Pois cá para mim mal que quem acha o corpo o mais importante no sexo.. Bem estávamos tramados, homens e mulheres.. a ver pelas beldades que por ai abundam..
No sexo o mais importante é o amor, o tesão o desejo..


Numa das muitas conversa de mulheres… percebi que uma amiga têm tantos complexos com o próprio corpo que me faz confusão..  mostra o corpo ao companheiro, namorado, ou marido é quase uma tortura chinesa.. fazer amor /sexo de luz acesa é quase impensável tantos são os complexos..


Existem problema na auto estima e muitas  têm receio de não ser suficientemente boas como as descritas pelos homens..
Tem medo de uns quilitos a mais ou de uma estria..
Quantas há que não se conseguem sentir sexys ?
Quantas não  conseguem fazer sexo sem se preocupar com os pneus e as demais gorduras?
Quantas evitam certas posições porque não se sentem bem com o próprio  corpo?
Parece que muitas..


É verdade,  que nós mulheres somos mais críticas, avaliamo-nos em excesso  fisicamente durante a relação.
Desejamos sempre estar impecáveis, da cabeça aos pés..
depilação em dia, perfumadas e sedosas.. mas existe o óbvio .. a menos que vamos à recauchutagens temos pequenos “defeitos” não somos, e ainda bem todas meninas de capaz de revista .


Ser boa “amante” ainda está ligado a ser visualmente atraente e estilizado. Essa angústia pela perfeição pelas dietas, pelos retoques de bisturi..  leva muitas mulheres á  insatisfação física faz com que  pensem que vão ser menos atraentes na cama se não tiverem corpo de modelo. Benzas deus..


Perdem a parte melhor da “coisa” a observar-se a elas próprias sempre à espera de uma reacção negativa do parceiro.
Algumas preferem mesmo   fazer amor durante a noite, no escurinho.
Existem complexos e problemas de auto estima  que trazem uma serie de problemas… quanto maior a preocupação, menor a frequência e a qualidade das relações sexuais. Também é maior a dificuldade de se atingir o orgasmo. Há pois é bebé..


Há que admitir que os homens nesse aspecto são mais assumidos  e despreocupados. Estão mais  preocupados  mais em conseguir uma erecção e mantê-la até que a parceira tenha chegado ao orgasmo ( alguns claro) do que propriamente com aquela barriga que insiste em aparecer ou aquele pelito que ficou para trás , ou ainda com uma estria  ou outra que é historia de vida..
Acho que as mulheres pensam de mais na aparência do seu corpo enquanto estão  a fazer amor.


Todas,  queremos ser desejadas e despertar paixões loucas mas isso consegue-se muito mais com atitude do que propriamente com beleza.
O nosso corpo é tão bonito... mais ou menos torneado …porquê escondê-lo????
Com luz...sem luz...à média luz... de noite ou de dia, é tão bom mostrá-lo e sentirmo-nos desejadas, digo eu, claro..

Opinião de mulher ..!!

Adianta perguntar a vossa opinião homens/mulheres..?

publicado por Saia-Justa às 11:21
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
Domingo, 24 de Maio de 2009

"É"Era uma vez!

        Rico muito rico, podre de rico, intensamente rico, tão rico que até chateava.. Tinha comprado objectos de um valor incalculável, tinha comprado terras, animais, tinha comprado pessoas. Tudo o que queria era seu.
Um belo dia acompanhado pela trupe particular de assessores, advogados, secretários e seguranças, cruzou-se no caminho com um homenzito sentado numa pedra que cantarolava “eu ouvi um passarinho as quatro da madrugada”enquanto sacudia a terra dos pés porque não tinha sapatos.


O tal do tipo podre de rico interrogou o estranho.
- Ouve lá pá, o que é que fazes sentado na minha propriedade?
- Desculpe-me, pois eu não sabia que este descampado era de alguém. Disse afavelmente o homenzito descalço e acrescentou ,com a minha extrema pobreza não tenho inclusive um mapa que me indique onde me encontro a cada momento, por isso não reparei que esta pedra onde estou sentado é sua…
- Extrema pobreza, dizes tu? O tipo pobre de rico inquiriu suspeitosamente.
- Sim, bem podia ser a pessoa mais pobre deste mundo.. Veja, estes farrapos que você vê são a única coisa que possuo.. a única..


O gajo podre de rico olhou pensativo para os trapos mal cheirosos que mal cobriam o corpo do despreocupado intruso e passado um bocado gritou autoritário - João!
Um homem magro de óculos e com cara de cão de fila apressadamente disse – Sim senhor X?
O senhor X que é o tal tipo podre de rico, sussurrou-lhe energicamente ao ouvido. Imediatamente o cão de fila dirigiu-se ao homenzito que nas calmas olhava aquela gente e pensava ele há cada cromo....


- O senhor X deseja saber em quanto estimas tu o valor da tua… extrema pobreza.

Mas ao ver a cara de aparvalhado do homenzito voltou a perguntar.
- Sim, qual é o valor exacto da tua pobreza?
-Essa é muito boa...! Ó homem nunca supus que a minha pobreza pudesse ter um valor ou preço algum.
- Tudo, homem, tudo têm um valor, e portanto um preço, qual é o da tua pobreza??
- Estão a gozar comigo? Mas para quê querem saber?
- O senhor x tem tudo o que deseja, e deseja tudo o que têm, e agora deseja compra-te.. a tua pobreza, dado que é tão extrema ,e portanto única.
- Comprar a minha pobreza? Rais te parta, mas estão a falar a serio? Mas vocês não vêem que a minha pobreza é incalculável?
- Taxa-a diz um preço.. Devias saber que o senhor x é o homem mais rico do pais e dos mais ricos do mundo, e não há preço, por mais elevado que seja, que ele não possa pagar.
- Mas, mas… o preço.. para que esse tal de senhor x possa adquirir   a minha pobreza seria, altíssimoooo.
- Mas diz o valor homem.
- Teria.. teria de dar-me tudo.


Tudo, tudo? ouviu-se um burburinho de vozes da pandilha que acompanhava o senhor x
- Claro, pensem bem, é a única maneira de ele possuir a minha pobreza, se me der menos do que tudo o que têm, já não terá a minha pobreza, terá uma pobreza inferior
- Não! Isso nunca! Disse o senhor x erguendo a voz
- Eu ganho sempre, saio sempre a ganhar!.. tu és um osso duro de roer, não? um tipo esperto..? estás disposta a regatear, verdade?
-Mas .. se o senhor me der menos do que peço estaria a defraudar-se a si próprio, não vê..?
- Bem, bem.. Resmungos o senhor x, impaciente e enojado, e depois de um  instante disse decidido
- Está bem tu ganhaste homem!! Negocio fechado, estendeu o braço e deu um parto de mão ao homem que pensou que aquele tipo era chanfrado de todo.


-João! Disse de novo, entrega agora mesmo a este homem uma acta notarial através da qual lhe concedo todos os meus bens em troca da sua incalculável pobreza. Redige um contrato de compra e venda e ele que assine.
Começou então a despir-se e ordenou aos outros homens que fizessem o mesmo. Em poucos minutos estava tudo em pelota como veio ao mundo, e o homenzito esfarrapado encontrou-se em frente de uma montanha de fatos e gravatas, camisas da “sacoor”fatos “Nuno Gama” e cuecas “calvin klein”.


Assombrado como estava, não conseguiu resistir quando lhe tiraram os farrapos para que o senhor X se pudesse vestir com eles.
E deste modo e sem mais palavras, ficou só e despido sentado em cima da mesma pedra, com um papel na mão que o creditava como proprietário legal de uma imensa fortuna.
Quando por fim tomou consciência de si, disse para si mesmo:
-Será possível… estes filhos da puta destes ricos … conseguem sempre tudo o que querem!

 

publicado por Saia-Justa às 21:51
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

O meu amante.. Eu .. E o meu marido..!!


Se um ano dá para aprender alguma coisa,uma vida muito mais... essa coisa é que a vida não pára de nos surpreender... nunca digas nunca..!!
Maridos, amantes.. Há quêm não tenha nenhum há quêm tenha só um.. E há quem  têm os dois ..
Eu não sei se é  insensibilidade, muito ou pouco amor... a “outra” até diz que (ela) só ri quando fala de amor.. ai grande insensivel...
(Ela) por sua vez, acha que é só uma mulher..


    Gosta de tomar o cafezinho ao final do dia com o marido no sítio de sempre juntar-se aos filhos trocarem gargalhas e seguir para casa, esta rotina dá-lhe estabilidade. 

    Mas não resiste quando ao fim da noite é surpreendida pelo amante … que a agarrar a provoca e a puxa  .. Dá-lhe  um gozo enorme!
    Derrete-se quando o marido lhe troca as voltas.. e no dia marcado não vai jogar à bola porque até sabe que têm a casa só para eles..dá-lhe uma sensação de adolescente
    Mas fica louca quando o amante lhe envia uma mensagem  ( mesmo estando tão perto )que diz...vamos jantar fora? E põe uns pontos de exclamação..  Sente um arrepio que me percorre a espinha!
    Ela faz ronha, reclama grita e esperneia.. Insensível Qb.. Mas adora fazer as pazes com o marido e fazer amor… que ele seja apaixonado…, meigo, romântico, sensual, e carinhoso dá-lhe uma sensação de entrega..
    Mas com o amante enlouquece…perde a razão e não lhe resiste…ele é provocador, sacana, louco, apaixonado e exigente. Dá-lhe uma sensação de puro desejo.
    Mas adora o marido… a calma, a estabilidade, as teimas e discussões, as conversas … a história de vida…filhos criados, o ver um filme de pijama “velho” de baixo do cobertor, do olhar, da cumplicidade…

    Mas o que ela não  resiste mesmo, é a um fim de semana de surpresa onde se juntam os dois, marido/amante ... namorar, beijar muito na boca, conversar… de sexo… da vida… de  tudo e nada de nós!!
Existe lá coisa melhor que um marido que é amante e um amante que é marido…?
A vida podia ser quase perfeita... mas têm sempre o reverso da medalha…
- Mário…
- Sim, querida?
- Marquei um fim de semana para nós no Monte do Vale, que tal..?
- Hum... claro... claro que sim.
- Apareceu uma publicidade sugestiva lá no e-mail da empresa, e..
- Sim ,claro...
- E é para quando?? Quando pretendes ir?
- Se pudesse ser... sexta à noite, ou seja amanhã!
- Claro amanhã…! Mas espera lá, tu estás louca... é?
- Eu? Mas porque .. o que é que te deu, posso saber?
- Sábado é o dia da unidade!
- Sim, e…? Unidade mas qual unidade..?
-Da….
-Xiu.. não quero ouvir mais nada!! já me chegou passar a vida no meio de fardas.
Há alturas que o amante se dilui tanto no marido que dá ganas de dizer.. 

Ao diabo com os homens!!
 

publicado por Saia-Justa às 11:52
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

Homens… todos iguais!!

 

Era um dia normal como outro qualquer
Um edifício sofisticado...
Ela impecavelmente vestida  e arrumada  ar de  executiva...
Ele caminha para o elevador já a afrouxar o nó da gravata
Cruzam-se na porta e ele dá-lhe passagem
-Para o zero ?
-Para o zero!
Um solavanco e o elevador encrava exactamente um andar a cima do  destino  entre dois pisos, por segundos ficam em total escuridão, até se acende uma luz possivelmente de gerador
Tocam o alarme e batem na porta . Alguém do lado lhe fora  diz que foi uma falha de corrente que aguardem 45 minutos a uma hora  no máximo
Ela (com ar enfadado) Bom, só nos resta esperar, e logo hoje …
Ele– (polidamente) há dias assim… pode ser que não demore
Ela – (abrindo os dois botões da camisa) detesto espaços fechados, acelera-me a respiração e tira-me o ar!
Ele- ( sorri de leve) Isso é fobia, você está bem?
 Ela –( com segurança ,abana-se com a gola da camisa já aberta) Claro que sim,    uma hora aqui de pé não vou aguentar, acho que me vou sentar .. não se importa?
Ele-( muito educado)  Claro, vou fazer o mesmo, posso?  hoje foi um dia e tanto…, espero que saiba ou goste de anedotas...
Ela-(  decidida)  enquanto se baixava  para se  sentar - Detesto anedotas,  não acho a mínima graça. Raios , hoje não é o meu dia… veja , já puxei uma malha da  meia...
Ele, (diplomaticamente) faz um esforço para  não rir e  não lhe olhar para o corpo e pensou “mulheres, todas iguais”-  É o preço da moda mas não se nota muito, continuam elegantes...
Ela–( com ar atrevido)  sentada de lado, com um descaramento teatral  - Está a falar das meias ou das pernas ???
Ele - (com uma lata inesperada )- Ambas, são….elegantes, umas sem as outras não fazem sentido...
Ela  -(provocadora)  - Estas pernas já não têm 20 anos, não exagere, a elegância será com certeza das meias...
Ele- (já sem o mínimo , embaraço) - Ainda bem que não têm 20 anos, deve orgulhar-se disso e muito...
Ela- (desarmando-o )Estende a perna  com um atrevimento sensual - Se pudesse toca-las talvez não continuasse a dizer a mesma coisa?
Ele- (engole em seco, olha-a nos olhos)  - Não faço a mínima ideia, como quer que responda a essa questão? Só tocando..
Desce a mão ma direcção da perna dela, as luzes acendem-se e abre-se a porta..   E… sente o maior estalo de que têm memoria..
Ela-  ( levantando-se ajeita a saia)-  Homens… todos iguais!!
Ainda com a mão sobre o rosto, (ele) olhava abismado para aquela mulher  que seguia pelo átrio do edifico a pisar firme e segura de si..
(Ele) Incrédulo,não quer acreditar no que está a ver…  (Ela) voltou-se piscou-lhe  o olho com ar maroto  e  deu-lhe um sorriso arrasador.
 

publicado por Saia-Justa às 11:09
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Quarenta e picos …a chegar aos vinte…

  

 Se não existe uma idade certa para se morrer porquê é que se inventam patamares restritivos  rótulos  e impedimentos que para nos restringir de viver?
Rotulamos e somos rotulados com uma facilidade das caraças.
A idade serve para muito boa gente desculpar a “infelicidade” de não se dar à vida de não tentar novamente se tiver que ser…
 Já não tenho idade para…
Achas..?? na minha idade….
Pois eu prefiro muito mais ouvir…:
Endoideces-te és mãe de filhos…?  Sinceramente dá-me muito mais gozo..
E entre estigmas impostos pela sociedade e rótulos que muitos de nós adoptamos, junta-se mais uns quantos ingredientes…
Uma ou outra ruga , porque isto da gravidade não perdoa… Uns cabelos brancos aqui e ali… Uma dorzeca  nas cruzes , porque aqui entre-nos todas as maquinas têm desgaste…
 E assim, passo a passo  muito boa gente acomoda-se e o rotulo assenta-lhe que nem ginjas.
Mas será que quando atingimos um determinado  patamar ( entramos nos quarenta)  devemos deixar de fazer coisas que nos dão prazer por achar-mos que já não temos idade para isto ou para aquilo?
Será que é tão difícil de entender é que todos sem excepção fomos criados com uma essência imortal ..? Mas empacotados em  uma embalagem de desgaste mais ou menos  rápido…
Mas,  até a embalagem com trato e cuidados diários é de longa duração e de fácil  conservação…
Por acaso alguém acha que existe alguma idade ideal para se vestir desta  ou daquela maneira.. namorar , fazer amor, ou  actuar... O importante não é  sentir-se bem?
Será  que uma chavala de 20 anos cheia de gordurinhas  e celulite pode andar de saia justa e uma mulher  “madura” casada ou não , mãe  de filhos com tudo nos trinques não pode??
Existem idades fantásticas.. Modesta ou não quero que se lixe a opinião dos outros..
Sinto-me na melhor fase  da minha vida e não voltava aos 20 nem por decreto.  
A melhor idade é aquela em que não contamos o tempo, e sim quando vivemos o tempo! O nosso tempo, gaita afinal se estamos vivos, vivemos este é o nosso tempo..
Proporcionamos felicidade a nós mesmos e de certeza que fazemos mais feliz quem está a nossa volta…
Tem desvantagens, claro que têm. Mas as vantagens são enumeras… experiência e a segurança , energia e a vitalidade  porque ao contrario do que se pensa está em nós mantê-la.
É tudo uma questão de mentalidades…
Namorar têm outro sabor..mais cumplicidade, emocionalmente  mas estáveis e sabemos como fazer  alguém feliz  na hora H, porque não estamos doidos (as) por agradar ou satisfazer mas par partilhar com o parceiro (a). Há  mais calo de  vida, mais traquejo mais savoir faire….logo são mais compreensivas, atenciosas, e até bem dispostas.
E sem falar de cor porque ja passei pelos 20/30 e vou em meados dos 40 o sexo é muito mais saboroso.
As  pessoas de mais idade, homens/mulheres ,por norma são pessoas bem resolvidas e sabem lidar com elas próprias, emocionalmente  mais estáveis.
Quando somos fisicamente jovens os nossos hormônios gritam loucuras, instigando a mente ainda meio criança a devaneios quantas vezes patéticos…
 Os mais novos (as) normalmente vão  com muita sede ao pote e quando se dá por ela já era...e nem deu para aquecer, porém têm um corpinho de fazer parar o transito (alguns/algumas) mas falta-lhes …!!!
A idade tem coisas muito boas digam  lá o que disserem.
Eu, por exemplo, sou viciada em viver, se me privarem deste vício fatalmente irei morrer… mas vou contrariada.
Há quem diga que  destino já  esta traçado, mas deixem-se de merdas, isso  só é válido para quem se conformou.
Mas as pessoas costumam gastar mais tempo a  reclamar de si mesmos  dos sofrimentos de um único passado, do que procurar a   chance   de encontrar inúmeras possibilidades de futuro.
Vivemos agrupadinhos… montinhos de gente, que se intitulam  a  sociedades, impondo limites de fronteira (limites fictícios, enganadores)
Crescemos obedecendo a condutas que alguém sabe-se lá porque…estabeleceu.
Resumindo, esta “estabelecido” quando nos devemos sentir crianças, jovens, adultos ou velhos, com base na nossa idade física, sem levar em conta a nossa essência.

Há por aí tanto adulto que nunca hão-de crescer e tanta criança que a vida tornou adultos à força..
Mas a sociedade (por falsos moralismos) vai ditando comportamentos e destruindo a  juventude que teima em resistir dentro de  cada um de nós,  esquecem-se  que a vida é tão fugas  que não temos tempo de envelhecer… caramba.
Velhos, cotas… o caraças.
A arte de viver  consiste em rejuvenescer a cada ano que passa, adaptamo-nos mas não nos sentimos derrotados.
O meu sonho é chegar ao fim da minha vida,  louca sonhadora !! E já agora com muitos netos… e que eles possam dizer : A minha avó é doida mas uma porreira.
Chegar com a alma tão jovem  como no dia em que nasci..
Quarenta e alguns.... a caminho dos vinte cinco, há pois é…
 E PONTO FINAL PARÁGRAFO!!!!

 

PS: Já tinha saudades destes testamentos... O que eu gosto disto..

publicado por Saia-Justa às 14:08
link do post | comentar | ver comentários (38) | favorito
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

In "confidências"

Hoje deu-me para  a contenção de letras e divagar.....e segurar a franga!!

Nada de falar de sexo que faz lindamente há saúde, mas fui fazer um check up e o medico disse-me que estava a "tinir"portanto o tema é outro.
Estou  a ficar viciada nesta merda dos blogs....isto têm a sua graça....a malta vai escrevendo umas coisas  começam a aparecer uns comentários , trocando ideias( as melhores são as discordantes claro..) e quando dá por sí, não fez niente di niente ou seja  a ponta de um corno  (um dia ainda despeço esta gaja que perde tanto tempo no blog)… e era bem despedida…nem para mim sou boa...que porra!
Vou de penetra a outros blogs … entro espreito e comento ou não.. É que existe gente que se leva muito a serio.. há pois é…..  E ai a minha pachorra não dá para tanto.

E ainda me surpreendo com algumas confissões… a maioria são males de amores… Historias de cama e cueca… paixões reprimidas pela cunhada, pelo amigo do marido, pelo colega ,pela prima…outros que têm vários casos amorosos em simultâneo... ou seja é sempre mais do mesmo, muitos males de amor.....

Claro que existem outros muito generalista e com muita qualidade.

Mas sinceramente nos bocadinhos que fujo ao trabalho também não me vou por a ler nada muito complexo ( para isso tenho aqui pilhas de papelada) ou ainda me atrofia os neurónios. E cá estou eu a divagar..
Estou a achar graça ao mundo dos blogs e adoro o anonimato que me proporciona principalmente com o meu (…….) que nem sonha. Ele até  sabe que eu digo o que penso e que sou meia doida mas o blog é meu pessoal e intransmissível"top secret"
Mas fico curiosa.....e vocês…… e quais as vossas motivações ao criar um blog.....
Será que os vossos (………)sabem que têm blogs? Ou funciona tipo um diário? Ou é um antídoto contra o stress. Gostava de saber o que vos vai na alma....

 

publicado por Saia-Justa às 09:48
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Arma ou arte? Sedução...

Sedução é a capacidade de “seduzir”, de encantar, atrair,  fascinar,  flertar  com  (outro) com fins de atingir determinados objectivos. Nem sempre os mais óbvios, porque isto no viver nem sempre tudo o que parece é.. nem  tudo é branco ou preto  a vida é cheia de nuances..
Existem pessoas que tem um (Q..)especial , que não fazem absolutamente nada para isso e tem a sensualidade à for da pele, e isso é sedutor quer se queira quer não.
Não têm que ser uma mulher de capa de revista ou um homem dos anúncios dos iogurtes, nada disso, a diferença não está num corpinho danone.. mas parece que tudo o que dizem e fazem é envolto numa enorme sensualidade..... Têm um charme naturalmente incrível.
Há quem diga que a  sedução, é uma arma poderosíssima, que nasce connosco,  todos a temos, e que a sabemos usar, propositadamente ou não... é um charme  natural no ser humano.
É possível, quanto a saber usá-la. Já discordo,com o saber ou não  tirar partido dela ,
 nem todos tem esse dom, alguns são tão atabalhoados, outro associam sedução a vulgaridade..
Há coisas que se vão aprendendo ao longo da vida que se adquirem somos um pouco como o vinho do Porto.... Não vou usar o chavão "Quanto mais velhos melhor...." mas sem duvida que refinamos o modo de estar na vida e nos apuramos… ganhamos carisma e Savoir Faire.
Menos juventude é um facto, e também menos de beleza, ou não.. Porque é tudo muito relativo…
Mas isto da "idade" como não pode ser tudo mau, ganhamos e de que maneira em outros aspectos, sensualidade, traquejo e e também alguma sabedoria, e até o grande terror das mulheres que são as pequenas rugas , podem dar tanto charme..
Seduzir.....ser-se seduzido..... Acho que é das coisas mais empolgantes que podem existir.
Sem hipócritas quem é que nunca o fez? Todos sem excepção eu acredito.
Todos os dias seduzimos e somos seduzidos e  nem nos apercebemos.. 
O  publicitário  todos os dias desenvolve o trabalho de como  seduzir os potenciais clientes, os vendedores  trabalham na base da sedução para vender um determinado produto…
Aqui mesmo nos blogs... escrevemos no intuito de seduzir o outro com as nossas palavras.. 
É uma forma de sedução, eu escrevo e tu deixas-te seduzir ou não, voltas ou não, e é isso que te leva a fazer um comentário, ou não..
Porque isto da sedução nem sempre tem uns caris sexual, mas também…
A sedução está associado ao sexo, e está muito bem, porque todos nós, mesmos os mais pudicos e recatados ,sentimos um fascínio inexplicável por  tudo o que se relacione com sexo ou que seja proibido seduz-nos ..
Pode usar-se a sedução para envolver uma pessoa sexualmente claro que pode, e até acredito que todos os casos de amor ou não, todos os relacionamentos que envolvem sexo ou só sexo começam na base da sedução. 

 A sedução faz parte do jogo que a própria vida inventou para a continuidade das espécies ..
Uma arte, uma arma..  é como lhe quiserem chamar, a sedução é um jogo de palavras olhares ou movimentos que muitos de nós, inscientemente ou  completamente conscientes adoram jogar.
Não estou a falar de extrapolar… Saltar muros ou mijanços fora do penico..  mas apenas pelo simples prazer de seduzir...
Afinal ainda estamos  com aquela “bola “toda…Sinceramente,  nunca  vos acontece?
Porquê uma coisa é uma coisa, "e outra coisa é outra coisa"….. não estou a falar em infidelidade, mas gostarmos de nos sentir desejados, gostarmos de seduzir ou ser-mos seduzidos.
Quem é que nunca flertou com um colega.. trocou uns olhares mais intensos com o tipo/a da mesa da frente… quem é que nunca fez um jogo de palavras... quem é que não gosta de se sentir desejado ?

A sedução é uma arte ou uma arma.....?
Seduzir.....ser-se seduzido..... é saudável e dá segurança .
Eu confesso que  gosto!!
Eu pessoalmente adoro seduzir, gosto de utilizar o poder da palavra, utilizar o olhar  gosto de ter o comando da situação …

Se te estou a seduzir…? Não sei... responde-me tu..!!

 

publicado por Saia-Justa às 09:50
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 30 seguidores

.pesquisar

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Um par de meias...

. Música é música

. O silêncio é de ouro…

. Cambada...

. Diazinho...

. Na vida nada bate o praze...

. Heaven

. O respeitinho é muito bon...

. Momentos

. O Cônsul Desobediente

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.últ. comentários

Pois eu achei o máximo
Para inicio de conversa , quando me quiser confess...
Cómico
O tempo passa;)A verdadeira personalidade da “che...
Pontos de vista... Há quem se deixe seduzir por um...
Um bom filho a casa torna… ora se não é o RA ..:))...
Publicidade duvidosa (risos)
Esta ou a outra? Fico sempre na dúvida. Ou como di...
E outra que não necessitam de explicação;)
Há coisas que nem o café explicam...hehe
RSS